sexta-feira, 12 de outubro de 2018

33.Monogamia, poligamia e poliamor


Resultado de imagem para poliamorResultado de imagem para poliamor
Num conceito muito rápido, monogamia é alguém que só consegue viver num relacionamento  individual, com uma pessoa, relacionamento fechado. Poligamia ou não monogamia é alguém aberto a ter um relacionamento com mais de uma pessoa. O amor livre é como um relacionamento aberto, onde as pessoas tem liberdade para ficar com outras fora da relação, mas com o consentimento da pessoa principal. A diferença do relacionamento aberto  para o poliamor é que no poliamor você pode ter dois parceiros/as, uma parceira e um parceiro fixos numa relação estável, enquanto no aberto, são relações mais sexuais ou passageiras/efêmeras, mas não duradouras, onde apenas o casal é o centro da relação estável. Parece confuso, mas acho que deu pra entender, né?!


Mas Dany, o que isso tem a ver com ser  bissexual? 

Muitas pessoas monogâmicas têm preconceito com esse tipo de relação mais aberta e considera traição ou "falta de amor", pois estão atreladas à ideia heteronormativa de "ser fiel à uma só pessoa". O casamento, principalmente o religioso, incutiu muito disso na nossa mente. Mas hoje em dia vemos que AMAR vai além disso. Há muitas pessoas que mesmo  aparentemente  felizes  em uma relação mono estável, sentem sim a falta de outra pessoa re podem se apaixonar por ela ou ele. Isso pode ser um problema na relação? Bem, se a contraparte não estiver aberta a relações não mono, aí pode sim. Vale ter uma boa conversa franca sobre esse desejo.

 O que precisamos entender é que, só se pode ser considerado traição se ocorrer sem o consentimento do parceiro/a. Caso a relação aberta ou poliamorosa seja minimamente consensual, não há traição, ponto. O que pode acontecer é que uma pessoa acostumada a  um relacionamento fechado pode ficar confusa e querer cair fora. Mas respondendo sobre a relação da bissexualdiade com tudo isso, é que muitos bi são mais aderentes a este tipo de relação, enquanto pessoas não "monodissidentes" podem achar isso estranho e ter a ideia errática de que "o bi tem mais propensão a trair". Já o fato de ter atração por dois (ou mais)  gêneros já intriga, imagine querer se relacionar com ambos simultaneamente! Eu sempre fui monogâmica, masa não descartaria uma relação poliamorosa, desde que eu tivesse afinidade com o casal ou as pessoas envolvidas.

Segue alguns videos sobre o assunto:









Você já viveu ou viveria uma relação assim? Conte nos comentários.

Nenhum comentário:

Postar um comentário